Leis de Custódia de Iowa

As leis de custódia de Iowa existem para garantir que as crianças presas no meio de uma batalha pela custódia dos filhos sejam protegidas e que ambos os pais sejam capazes de manter um relacionamento significativo com a criança. Se você está se preparando para ir ao tribunal no "Estado do Hawkeye", aqui está o que você precisa saber sobre as leis de custódia do Iowa:

Conheça as leis de custódia do Iowa

O estado de Iowa usa vários critérios para determinar a guarda dos filhos.

Em primeiro lugar, os tribunais de família em Iowa procuram estabelecer os melhores interesses da criança. Isso significa que eles tomam decisões de custódia com base no que é melhor para o bem-estar da criança a longo prazo. Às vezes isso significa ir contra o que um ou ambos os pais querem ou estabelecer um acordo de custódia que atenda às necessidades da criança, mas pode não ser 100% conveniente para os pais. Ao se preparar para a primeira audiência de custódia, lembre-se de que talvez você não consiga tudo o que está solicitando, porque o foco do tribunal está nas necessidades do seu filho, não no seu.

Leis de Custódia de Iowa e o Padrão "Melhores Interesses da Criança"

Enquanto as leis de custódia da Iowa especificam que os tribunais devem tomar decisões com base nos melhores interesses da criança, a terminologia legal que eles usam pode ser confusa. Ao avaliar o que seria melhor para o seu filho, o tribunal considera vários fatores, como:

  • Sua capacidade de se comunicar com seu ex (e vice-versa) sobre as necessidades do seu filho.
  • Sua vontade de incentivar um relacionamento saudável entre seu filho e seu ex (e vice-versa).
  • Quão distante vocês dois vivem atualmente.
  • Qual a programação residencial da sua família até agora.
  • Qualquer história de violência doméstica.
  • Se o seu filho for considerado com idade suficiente, o tribunal também pode considerar os seus desejos.

Custódia Conjunta em Iowa

Também é importante saber que o estado de Iowa coloca uma alta prioridade em garantir o envolvimento de ambos os pais. Quando possível, o tribunal concederá a custódia legal conjunta e / ou a custódia física conjunta. Na opinião do tribunal, o melhor arranjo de custódia possível é aquele que permite que seu filho mantenha contato físico e emocional contínuo com ambos os pais. Observe que houve casos em que um dos pais interfere com os direitos de visitação do outro pai, apenas para ter a reviravolta do tribunal e conceder ao outro pai a custódia total como resultado. Portanto, mesmo se você preferir a custódia exclusiva, é essencial demonstrar ao tribunal sua disposição de trabalhar com seu ex para apoiar os melhores interesses de seu filho.

Violência Doméstica e Custódia Infantil em Iowa

Enquanto os tribunais de Iowa se inclinam para a custódia conjunta ou para um acordo que permita uma visitação generosa, há situações em que o tribunal concederá a guarda exclusiva a um dos pais. Por exemplo, se um dos pais foi condenado por violência doméstica, o tribunal geralmente presume que ele ou ela não deve receber a guarda conjunta. Em alguns casos, o tribunal exigirá que um ou ambos os pais participem de aulas de mediação ou parentalidade como parte da decisão de custódia.

Modificando seu acordo de custódia em Iowa

Se as coisas não correrem bem na primeira vez, lembre-se de que você pode solicitar uma modificação. Os tribunais de Iowa geralmente relutam em modificar a determinação da custódia da criança, a menos que o tribunal determine:

  • Que há uma história de violência doméstica ou abuso, ou
  • Danos emocionais físicos ou físicos diretos ocorrerão à criança, a outras crianças ou a um pai, se a custódia não for modificada

Em alguns casos, o tribunal pode exigir que os pais participem da mediação a fim de resolver questões de custódia pendentes em vez de ordenar uma modificação da custódia.

Para mais informações sobre a custódia de crianças em Iowa, fale com um advogado qualificado em sua área ou consulte o Código de Iowa para saber mais sobre as leis de custódia do estado.

Assista o vídeo: Actualizar / Adriana Bahmuţeanu şi soţul ei, în război pentru copii

Deixe O Seu Comentário